sábado, 30 de novembro de 2019

Falar do Tempo...


Telefonaste-me para falar do tempo.



Da chuva que caía. Até me perguntaste se ainda perdia chapéus de chuva. Disse que não, porque raramente os uso.

Normalmente esgueiro-me por baixo das varandas e entro no primeiro café e fico à espera de uma "aberta"...


sábado, 26 de outubro de 2019

Um "Postal Pedido"...


Escrevi um postal, coisa que não fazia há séculos.



Foi quase um "postal pedido", mas mesmo assim, gostei de escrever e de o colocar no correio.

O mundo mudou tanto, finge-se que é tudo mais fácil, mas é só mais um dos muitos logros deste tempo mentiroso.


domingo, 29 de setembro de 2019

O Nosso Chafariz...


Parei o carro junto ao nosso chafariz.




Continua com a placa que nos avisa que a água não é tratada e que é imprópria para se beber.

Como nos sabia bem na meninice, descermos a estrada a correr atrás um do outro e depois saborearmos aquela água tão fresca que corria da bica do chafariz...

E depois molhava-te quase sempre com a água do bebedouro dos animais e tu gritavas e corrias atrás de mim...

quinta-feira, 29 de agosto de 2019

A Praia já não tem Nús...


Passei por acaso rente à praia onde fizeste nudismo pela primeira vez.


Parei e fui até ao muro que separa a estrada das dunas. 

Sorri porque estava tudo vestido. E agora a praia até tinha um bar e nadador salvador. Modernices...

Quem quer bronzear-se por inteiro tem de ir até ao "cu de judas"...

domingo, 28 de julho de 2019

Verão Quase Vazio...


O Verão já não é o que era.



As temperaturas sobem e a emoção desce.

Procurei-te em vão no nosso café. Depois espreitei a praia do miradouro. Fechei os olhos e recordei quando te conheci (e à ciumenta da tua irmã, que se tentou colocar no meio...). 

Deves ter mudado de aldeia. Ou já não fazes férias. cansada de tanto turista...


sexta-feira, 28 de junho de 2019

Talvez Tenha sido uma Desilusão...


Apeteceu-me escrever-te.



Mesmo que não soubesse o que dizer.

Às vezes tenho saudades de ti. Do teu sorriso, do teu andar que parava o trânsito... e claro, do teu corpo, quase salgado, de sereia

Nunca mais soube nada de ti. Podia ter insistido, aparecer em qualquer altura.  

Não sei se me faltou coragem, se apenas deixei seguir o curso da vida.

Não esqueço que foste tu que cortaste qualquer tentativa de aproximação. Foi quando percebi que te tinha feito mal, ao criar-te demasiadas expectativas.

Pensei mais em mim  que em ti. Aliás, pensava sobretudo no prazer que oferecíamos um ao outro. Não queria uma vida nova, como a que tu sonhavas.

Talvez tenha sido uma desilusão...

quarta-feira, 29 de maio de 2019

Encontros Quase Diários


Passo à tua loja, quase todos os dias. A culpa é tua, pois ela fica no centro da cidade.



Já não trocamos os olhares de há vinte anos, mas percebemos que a indiferença ainda não chegou. Mas não voltámos a trocar uma palavra.

Nós humanos somos os animais mais estranhos que andam por aqui...

segunda-feira, 29 de abril de 2019

Como Gosto do teu Olhar


Gosto da forma como pintas os olhos. E claro, da forma como me olhas.



Há uns anos, talvez dissessem que parecias uma "puta". Nada que te incomodasse.

Felizmente os preconceitos tem sido combatidos e vencidos, e hoje quase ninguém liga ao que se veste, ao que se pinta, ao que se calça.

quinta-feira, 28 de março de 2019

A Mulher Trabalhadora...


«Queres subir?»

Não percebi. Nem à primeira nem à segunda.



Depois sim. Entendi...

A mulher andava por ali em busca de clientes.

Era tão normal. Quase sem tinta no rosto e sem um decote prometedor ou uma saia acima do joelho.

Quando a voltei a procurar, tinha desaparecido...


quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Olhares Vagabundos...


Pediste-me lume.

Eu como todos os antigos amantes, ando quase sempre com uma caixa de fósforos no bolso.



Agradeceste.

Percebi que sonhavas acordava, estavas distante.

Foi por isso que imaginei que andavas por ali, a fugir, ou à procura, de um amor antigo...


segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

O Sol de Janeiro


O Sol de Janeiro não deixa de ser agradável.


Há mesmo quem aproveite a protecção das rochas para ficar ali, no seu solário natural, para manter uma cor de fazer inveja lá no trabalho.

Há até quem fique a pensar que ela foi de férias para os trópicos...

quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Quando os Animais Ocupam o nosso Lugar...


Há mulheres que são de tal forma carinhosas com os animais, que às vezes nos apetece ter "vida de cão" ou de "gato"...


Natália é uma dessas mulheres. Um de nós (pelo menos...) deixou-a de tal maneira desiludida, que não troca o seu cão, por nenhum de nós...